9 de outubro de 2008

Abençoado seja

Sua Excelência o Senhor Primeiro-Ministro garantiu hoje que, apesar da nefasta e satânica crise internacional que arrasta os outros países para a recessão, a economia portuguesa vai continuar a crescer, o endividamento do Estado vai aumentar apenas 2,2%, os impostos sobre as empresas vão diminuir e o programa de grandes obras públicas não vai ser revisto.

Graças ao Senhor Primeiro-Ministro, podemos estar tranquilos.
Viva o Senhor Primeiro-Ministro!

Sem comentários: