28 de fevereiro de 2011

E como vai ser?


Aumentando os impostos ou cortando mais nos vencimentos da função pública?

De facto, foi assim que avisou o meu falecido cão:
Empresas públicas deficitárias - Nunca!
Institutos públicos excedentários - Nunca!
Autoridades Reguladoras que nada fazem- Nunca!
Mas, entrementes, dá-se conta deste escândalo!

21 de fevereiro de 2011

E portanto... estamos tramados...


Sim, porque o que aqui diz, afinal, é que no fim de Janeiro a nossa dívida era maior que no início.

Ou seja, apesar dos cortes de vencimentos e dos aumentos de impostos, continuamos a gastar mais do que podemos!!!

O meu falecido cão teria feito melhor.

Muammar Khadafi


Está à espera de uma visita de José Sócrates. É nos momentos difíceis que se conhecem os amigos.

11 de fevereiro de 2011

7 de fevereiro de 2011

Barbaridades de Benavente


Dizem que Ana Benavente, em entrevista, arrasou Sócrates e o PS.

E, em face do que ela lá disse, digo eu: "Bendito sejais ó José Sócrates !"

É que esta mulher, que foi o expoente máximo do eduquês que se instalou no ME, só diz barbaridades. Coisas do tipo "é preciso alargar o sector público"!!!

Apre!

Sócrates é autoritário e mentiroso, sim, mas aplicar ideias como estas, seria como estar à beira de um precipício e... dar um passo em frente.


(e, ainda por cima, tão feia...)

E quem é que não quer?

PSD quer estudo independente sobre o custo de um aluno no ensino público

6 de fevereiro de 2011

Levezinho


Liedson, o melhor desde Jardel, foi embora.

Vai fazer falta.

Em boa verdade, como quem orienta a equipa é aquele empregado de mesa que lá temos, não se vai notar tanto assim.

À cautela, já abri um restaurante no meu CityVille. Pode ser que o Mister Paulo Sérgio se deixe seduzir...

2 de fevereiro de 2011

Revoluções


Estes movimentos, na Tunísia e agora no Egipto, verdadeiras revoluções, trazem um certo perfume a liberdade. Mesmo alguma nostalgia dos tempos em que, também nós, sacudimos a ditadura.
Mas os tempos são outros. A janela que se abre para os fundamentalismos não deixa de me inquietar. Sim, que o fundamentalismo islâmico é a maior ameaça à nossa cultura e forma de vida.

A propósito: há quanto tempo é que aquele amigo do Sócrates impõe a lei na Líbia?