12 de novembro de 2009

No país da corrupção


O Tribunal Constitucional italiano anulou uma lei porque esta não garantia a igualdade de todos os cidadãos perante a Lei. Com isto, o primeiro-ministro vai poder ser investigado.
Em Portugal também é mais ou menos assim, com ligeiras adaptações:
Alguns não podem ser escutados e uns outros também não, se, eventualmente, estiverem a falar com os ditos cujos.

Sem comentários: