18 de outubro de 2011

Socialismos escarrapachados


Na fatura da EDP. Mais de metade é "política energética". Apre!
E ninguém os prende?

Sem comentários: