13 de janeiro de 2013

Mário Soares está internado

NUM HOSPITAL PRIVADO !

(O SNS é só para o povo?)

9 comentários:

carneiro disse...

tem convenção com a adse...

Agnelo Figueiredo disse...

Ah!

carneiro disse...

coisa diferente é o HSMaria estar situado a menos de um Km de distancia. Convenção com a adse para quê ?
Se acabarem as convenções e se os Funcionarios Publicos usarem os Hospitais publicos, acaba-se com a despesa astronómica da adse que só beneficia a medicina privada que se pendura no OGE, como mais uma PPP.
Refiro-me a Lisboa. Admito que noutros locais as convenções com a adse sejam um benefício efectivo devido a falta de equipamentos publicos suficientes. Em Lisboa não passa de uma duplicação de gastos.

carneiro disse...

e claro que Mario Soares opta pelo privado. E quando morrer vai lá um padre pela porta do cavalo...

Anónimo disse...

Para morrer com a consiência tranquila devia abdicar das mordimias, dos subsidios para a sua fundação etc e tal.

Agnelo Figueiredo disse...

Aqui na minha zona a benesse da ADSE não é negligenciável.

BlueShell disse...

Olha quem fala: logo tu, Agnelo: tem juízo!!!

Emília Pestana disse...

a) Por mim, Mário Soares pode partir amanhã, que me faz tanta falta como o cão do vizinho que não se cala a noite inteira.

b) O facto de se invocar a ida para um hospital privado parece-me um «argumento» (?) miserável, de gente miserável.

c) É caso para perguntar: o bostadeiro, se tiver dinheiro, vai para um público qualquer, ou para um privado, se for de melhor qualidade?

d) É a tal liberdade de escolha.

e) Quanto à ADSE, há que dizer:
- Os governos sucessivos nunca se preocuparam em combater a fraude;
- Há muita gente a aproveitar-se, incluindo o Agnelo;
- Tenho muitas dúvidas que o SNS esteja preparado para absorver o fim da ADSE;
- Em vez de se acabar com ele, na lógica do acabar com os benefícios porque os outros não os têm, seria talvez de repensar o sistema e propor ao Agnelo e demais FP alterações no sentido de o tornar viável, numa lógica de «seguro de saúde» especial, ao jeito do que acontece nos EUA, ou melhor, em poucos estados americanos;
- Esse sistema - que não posso explicar em poucas linhas - impediria que porcas como aquela madeirense da Casa do Putedo extorquisse 3 000 euros a todos os contribuintes, para pôr silicone nas tetas.

Anónimo disse...

esta senhora emilia pestana tem uma linguagem exemplar!!!Se é prof, os alunos devem ouvir das boas,ou a senhora só usará esta liguagem,nos intervais!!!!!!!!