14 de maio de 2008

Procura-se sócio

Para companhia que pretende dedicar-se à revenda de gasolina.
Negócio sério e certo!

Importa-se a gasolina da Venezuela, já refinada e tudo, a 0,03 € por cada litro, preço ao público, sem contar com eventual desconto de quantidade.
Ora, mesmo que o Estado português exija um imposto de 200%, e considerando um custo com o petroleiro de igual valor, e ainda que se dê outro tanto para seduzir os revendedores, não deve ser difícil garantir um preço final ao público de 1,00 € por litro, ou seja mais de 0,40 € abaixo do preço actual.
Competitivo, portanto.

Não falem disto muito alto, porque ainda dá para ganhar 20 cêntimos por cada litro. Basta um carregamento, só um, um único, para ganhar umas massas. Mas se o senhor primeiro-ministro souber disto, ainda é homem para nos estragar o negócio. Mas enquanto ele não sabe...
Ora bem, um pretroleirozito de 500 mil toneladas carrega qualquer coisa como 720 milhões de litros. Hummm... se isto dá um lucro de 20 cêntimos por litro... hummmm... hummm... é só fazer as contas!

Sem comentários: