20 de setembro de 2008

Coitado do Ministro Pinho


Afinal, o homem não podia vender... não podia propor a nomeação do outro... ou ambas?

Coitado. Já bem lhe bastava ser...

Sem comentários: