3 de novembro de 2008

Recessão?


Isso seria terrível!

O que nos vale é que estes senhores da Comissão Europeia, à semelhança dos do FMI, não devem ter credibilidade.
Ainda bem que o Senhor Primeiro-Ministro escreveu em Lei (na do Orçamento, que há-de ser publicada) que a nossa economia iria crescer 0,6% em 2009.
Se está em Lei, está em Lei. E a Lei é para cumprir.
Chega de tipos catastrofistas.

Viva o Senhor Primeiro-Ministro!

Sem comentários: