4 de setembro de 2009

Eu é que não fui

Aliás, ao que parece, não foi ninguém.
Quando assim acontece, diz-se na minha terra:

Quem foi, quem viu?
A p... que o pariu!

Sem comentários: