2 de setembro de 2009

Falta de delicadeza?

José Sócrates disse a Judite de Sousa que o principal problema com os professores terá sido alguma "falta de delicadeza" no contacto.

Não foi.

Na verdade, os professores foram duramente "atingidos" - por muito que o termo custe a Sócrates - pela políticas do Partido Socialista. Basta lembrar que cerca de 3/4 viram goradas as expectativas de atingirem os escalões superiores da carreira e, assim, de virem a auferir um vencimento na casa dos 3.ooo euros.

Ora, isto não tem nada a ver com mais ou menos delicadeza. Tem a ver, exclusivamente, com opções de corte na despesa pública.

Sócrates, mais uma vez, não disse a verdade e os professores sabem-no bem.

E será que disse a verdade quando afirmou que os seus melhores amigos eram juízes?

Sem comentários: