28 de fevereiro de 2011

E como vai ser?


Aumentando os impostos ou cortando mais nos vencimentos da função pública?

De facto, foi assim que avisou o meu falecido cão:
Empresas públicas deficitárias - Nunca!
Institutos públicos excedentários - Nunca!
Autoridades Reguladoras que nada fazem- Nunca!
Mas, entrementes, dá-se conta deste escândalo!

Sem comentários: