7 de março de 2011

Sinais dos tempos

Dá-se a arma do voto a um bando de iletrados e o resultado surge com todo o esplendor. Votaram como se o festival da Eurovisão fosse um concurso humorístico.
(com Sócrates também é assim)

Sem comentários: