21 de agosto de 2012

NÚMEROS DE ALUNOS E PROFESSORES

Tenho visto por aí muita prosa sobre a correlação - ou não - entre o número de alunos do sistema e o número de professores necessários.
Ora, apenas no 1.º Ciclo se podem estabelecer comparações da evolução dos números de ambos. E isto porque o 1.º Ciclo foi o único que, em termos de carga curricular, se manteve imune às experiências de pirotecnia pedagógica que caraterizaram o benaventismo, materializadas, sobretudo, na atomização dos currículos através da introdução das ACND.
Vejamos então os números, retirados da PORDATA:

Dá para ver o tempo da vacas gordas, não?

4 comentários:

Anónimo disse...

A 'limpeza' não foi de feita com base em nenhum critério de mais experiência e qualidade. Senão, não estavam milhares de Q.E's sem Horário enquanto os Q.Zona têm quase tds Horário p o ano.
Mais: há uns Q.Escola antigos, umas bestas que não fazem nenhum senão merda atrás de merda, que pelos Conselho Executivos e pela Comunidade Educativa, já não davam aulas há muiiiiiiiiiiiiiiiito tempo! Mas são eles que vão continuar a dar aulas.
Foi feita uma selecção/limpeza com base em quê??! O ME não sabe o que faz. Só quer é reduzir os custos com a Educação. O numero de professores sem Horário; a redução e/ou fim de disciplinas essenciais no Sec e tb no Básico; o aumento de num alunos por turma, só tem a ver com a redução da despesa!
Não podes achar concerteza que isto tudo traz qualidade ao Ensino :-)

Convidada

Agnelo Figueiredo disse...

1 - Não tenho qualquer dúvida sobre o acréscimo de qualidade que a revisão curricular vai trazer ao sistema.
2 - Não há qualquer disciplina essencial reduzida ou eliminada.
3 - QE ou QZP é igual: professor dos quadros. Só se hierarquizam pela graduação.

:)

Anónimo disse...

Não tens em conta os exemplos que dei e que tu sabes que existem de pessoas a dar aulas e que nao deviam dar. E dos QZP que ficaram na frente dos QE's mesmo com Graduação inferior. Obvio que é igual QE ou QZP, só que a limpeza nao foi feita tendo em conta a Graduação, mas isso tu sabes. Incompetência do ME.

E um dia o Ministro diz uma coisa e no outro dia faz outra. Como agora com os cursos profissionai/ 50% de alunos a 8dias de começar o ano lectivo...ou da obrigatoriedade até aos 18anos...Chega a ser ridiculo a sua falta de conhecimento do funcionamento das Escolas no particular e da Educação no geral. Só rege a Educação por ordens superiores e que só têm em vista a redução da Despesa.
Nada disto vai trazer qualidade mas o contrário.

:-)

Convidada

Anónimo disse...

Quanto às 'disciplina essenciais reduzida ou eliminadas' tb é verdade pois considero essenciais, por experiencia profisssional, disciplinas como -e dou exemplos do minha área-, Hist.Arte e Oficinas de Multimedia e de Artes que são essenciais e que desapareceram e/ ou reduziram para metade das horas. Coisa catastrofica e absurda na aprendizagem de todas as areas de Design, Arquitetura e Artes.

Convidada