20 de dezembro de 2012

E ainda não a conseguimos vender

O contribuinte português vai ter de continuar a aguentar os prejuízos da TAP.
Triste sina...


2 comentários:

carneiro disse...

O engraçado é que aqueles que mais reclamam contra os ricos e exigem tributações a taxas milionárias não percebem que os actuais ricos são o pessoal da TAP e da RTP Que sempre ganharam acima da média. E não são os ordenados-base que servem para comparar. Aquela malta duplica (alguns triplicam) os vencimentos com as horas extra. Exactamente como os estivadores. Todos trabalham fora de horas.

Mas cada vez que se fala em privatizações para acabar com o sorvedouro em que essas empresas se transformaram,aqui del rei que lá vem a longa noite do fascismo.


Aliás, o OGE 2013 será inconstitucional em muitas coisas, mas não é seguramente na parte em que obriga as pensões de reforma ACIMA DE 1350 a pagar mais do que as outras. Porque a esmagadora maioria destas pensões são da função publica e não reflectem o historico contributivo de cada um, mas apenas esquemas manhosos de calculo com base nos ultimos 5 anos, ou 10 anos, etc.

Asunicas pensões que são para respeitar até ao centimo sãoi aquelas baseadas no real historico contributivo. As outras estão a receber sobre o que não chegaram a descontar.

Curiosamente são os partidos da esquerda que estão empenhados em defender os pensionistas privilegiados, em prejuízo dos milhões de pensionistas que não chegam aos 600 euros. E por isso o Tó Zé vai suscitar a inconstitucionalidade por causa destas pensões mais elevadas.

Os partidos de esquerda perderam a tramontana. Actualmente não passam de grupos de pressão para defender os "direitos adquiridos" de uma minoria de reformados com base em esquemas manhosos.

A água nunca deveria ser privatizada, do meu ponto de vista. Mas agora a TAP e a RTP, eu quero é que os tipos deixem de viver à minha custa com um nível a que eu, que os sustento, nunca conseguirei alcançar.

A actual luta na nossa sociedade é entre quem explora a res pública e quem a sustenta.

Cada qual deve escolher o seu lado.
Só é pena é ver tanto idiota a ser explorado mês após mês por um Estado fiscalmente totalitário e depois ralha com o Passos Coelho que quer acabar com a RTP e a TAP e bate palmas ao Seguro que quer perpetuar o sustento daquelas empresas e manter o nível de exploração fiscal.

Eu quero que o Passos se lixe, mas na privatização da TAP ele tem plena razão.

Portas e Travessas.sa disse...

Carneiro

Porque não fostes para Comissário ou para Piloto? jã ganhava bem. não era?