18 de dezembro de 2011

Há tipos muito incomodados

Mas eu não vejo qualquer problema. Muito antes pelo contrário. Se a malta qualificada e desempregada, p.e. engenheiros e enfermeiros, emigra, por que não os professores?


Passos Coelho sugere a emigração a professores desempregados                            

Sem comentários: