17 de setembro de 2012

Se eu me chamasse Pedro Passos Coelho,

Já teria batido com a porta e deixado um bilhete em cima da secretária:

2 comentários:

Pedro disse...

Pois, só que Passos Coelho não é Guterres, nem Barroso, nem Sócrates. É mais do estilo de Santana Lopes: não é de desistir, nem de virar costas às dificuldades...

Anónimo disse...

Quem me dera que ele desistisse...


Convidada