30 de outubro de 2005

Riscar do Mapa

É óbvio, não é?

Sem o engenho apocalíptico (ver Dr. Strangelove by Stanley Kubrick), como se pode riscar um país do mapa?

Claro que, mais uma vez, a culpa é dos americanos. No Iraque deviam ter feito bem o trabalho. Não deviam ter deixado a coisa a meio. Não deviam ter deixado toda aquela malta cheia de armas. Ainda que tivessem de recorrer a engenhos tácticos... (esta é de tipo muito ranhoso, não é?)

Mas, nestas coisas de guerras, os americanos deixam muito a desejar!

Secção de Aviões

Hoje, dia de festa, é dia de colocar um avião.
Trata-se de um hidro-avião. Não é preciso explicar porquê, pois não?

Cabovisão

Estou prestes a mandá-los à merda!

29 de outubro de 2005

Vamos ser fundidos?

Esta febre fundidoura já se tinha manifestado no plano das escolas. E aí, embora com a necessária correcção das borradas que resultam de um trabalho feito numa secretária a olhar para números, até concordo com o princípio.
Só que agora já não é uma febrezita qualquer. A febre é tanta que já os começa a fazer entrar em delírio:

Extinguir e fundir concelhos?
Estaremos na lista?

28 de outubro de 2005

Parabéns

ao senhor Primeiro-Ministro Secretário-Geral do Partido Socialista!
Soube aceitar a contrariedade, "emendar a mão", e resistir à fuga em frente.
Fez bem!

Correcto e Justo

Depois de reflectir sobre o que disse, o senhor presidente do Irão reafirmou-o.

Temi que mudasse o país riscando para Portugal.
Estamos com sorte...

Proezas de Soares

Os trajes são formais e, até, no caso de alguns penteados, representam o último grito da moda dos anos oitenta. Os três lustres, que quase ofuscaram a vista do candidato, iluminam rostos conhecidos, em amena cavaqueira (salvo seja), en­tretidos numa longa espera. Quase meia hora depois da hora marcada, às 18 e 25, de terça-feira, 25, Mário Soares desce da sala onde se reunira com alguns membros da sua comissão política (CP). A demora não é defeito, é feitio. A seu lado, estão a mulher, Maria Barroso, e a mandatária da juventude (na verdadeira acepção do termo, dada a ausência de jovens) Joana Amaral Dias. Um degrau atrás, olhando desconfiado para a confusão das câmaras, vê-se Vasco Vieira de Almeida, o mandatário.
Soares repetiu, perto do final da maratona de hora e meia, em pé, só, «lendo sem óculos», como frisa Me­deiros Ferreira, perante a plateia, que «só é vencido quem desiste de lutar». Foi a parte mais livre, quase distendida, de um fim de tarde desgastante e exigente, em que ficaram patentes algumas traições de memória (como em relação ao aborto e na persistente pergunta sobre os «ovos todos no mesmo cesto», que não havia maneira de ter uma resposta). Mas também revelou o proverbial bom-humor do candidato. [...]


Os negritos são meus. O texto não! O texto foi escrito por Paulo Pena na insuspeita “Visão” (edição de 27/10/2005, pag. 54).
Achei-o curioso.
A ênfase foi colocada nas "grandinhas" de Soares, que aguenta hora e meia de pé, só, e a ler sem óculos! Porra! É obra!
Cavaco está arrumado! Cavaco já precisa de óculos...

27 de outubro de 2005

Miopia?


Talvez.
Ou vista cansada, sabe-se lá...

De qualquer forma, com uma visão mais apurada naquele lance da carga a destempo do Simãozinho, teríamos disputado o prolongamento.

(já antes se tinha verificado a mesma patologia no mesmo homem vestido de preto)

26 de outubro de 2005

Tradição





Em frente à Casa dos Pais de Amaral - o único palácio das Beiras (Hermano Saraiva dixit) - gozando o sol do fim de tarde de Sábado, ainda se joga a malha.

3.225,00 €

É a remuneração mensal da recém nomeada responsável pelo portal web do Ministério da Justiça.
Acresce subsídio de refeição (e despesas de representação, não?).
Nos meses de Junho e Dezembro, dobra a parada.

Alguém tem por aí o currículo da senhora?

25 de outubro de 2005

Olhe que não... olhe que não...

Todos os portugueses sabem que comigo em Belém podem dormir tranquilos

Eu também sei!
Podemos dormir, ressonar, e, sobretudo, sonhar.

Mas poderemos acordar?

É que nós só dormimos para poder acordar ... e viver!

foto daqui

24 de outubro de 2005

Kátia Guerreiro



Licenciada em Medicina, Fadista e, agora, Mandatária para a Juventude da candidatura do Professor.
Gosto disto! Gosto de gente que faz coisas!

Ao que chegámos...

A nova lei que termina com os chamados "privilégios injustificados" dos políticos - tal como os qualificou José Sócrates - só entra em vigor no próximo dia 1 de Novembro

E assim, todos os autarcas que tomem posse até aquela data, mantêm os injustificados privilégios.

Vá lá ler tudo!
Veja como uma Lei pode ficar "estacionada" durante o tempo necessário a que a sua aprovação só produza efeitos a partir de 2009.

Vá lá ler tudo!
Mas tenha cuidado. Corre o risco de vomitar!

23 de outubro de 2005

Nacional-tachistas-resistentes

De um comentário do amigo Carneiro a este post, publico um pequeno excerto, recomendando a leitura integral.

[...] Acusar os outros de fascista, de nazista e de elitista é só o que resta a uma esquerda intelectualmente limitada e ignorante que não entende o que está em causa nem se esforça por entender, estudar ou aprender, e que se basta na adoração iconográfica de posters de che guevara e de bob marley a fumar um charro para se sentirem com direito a intervir com consequência na sociedade.

Eu só lhe retirava o "intervir com consequência".

A histórica...

... superioridade moral da esquerda

Ele [Cavaco Silva] é o rosto da direita unificada ao assalto da Presidência da República!

Que idiota!

A direita assalta a presidência.
A esquerda ... eeehhh ... hummm ... eeehhh ... a esquerda não.
A esquerda não assalta nada!

PS: Cavaco nem sequer é "de direita"

22 de outubro de 2005

Quanto tempo...

... é que esta ministra vai durar?

Não lhe dou muito.
Então, em resposta a esta pergunta do jornalista, a senhora respondeu:

São perguntas às quais as escolas terão de responder, pois ao ministério só cabe definir os referenciais de organização. Temos de voltar a centrar a política educativa nos resultados, de combater o insucesso, de ter mais alunos a concluir o secundário. A probabilidade de um aluno que começa a repetir aos 7 anos ter insucesso no resto da escolaridade é enorme, o que significa que a repetência não serviu para nada.

Como é?
As escolas terão de responder? Como assim? Cada escola? AUTONOMIA?!!!
O ministério só deve definir referenciais? Só mesmo?
Centrar a política nos resultados? Então onde está o discurso do "coitadinho"?
Repetência? Que termo feio e traumatizante.
...
Ó senhora ministra, tenha cuidado! Olhe que esse ideário não é socialista.
Eles andam distraídos com outras coisitas, mas, se acordam...
Olhe que vai. Ai vai, vai...

21 de outubro de 2005

Que aborto!

O programa de governo do Partido Socialista não deixa dúvidas quando explicita que "qualquer mexida na lei [relativa à interrupção voluntária da gravidez] pressupõe uma consulta aos portugueses".
Neste contexto, "consultar" os portugueses significa "referendar".
E, de facto, por diversas vezes o Eng. Sócrates se pronunciou sobre a obrigatoriedade de promover um referendo e, consoante o resultado, alterar ou manter a Lei.
Só que, subitamente, aparece o espectro de uma derrota nas presidenciais. Sócrates percebe que precisa de cativar, para Mário Soares, eleitores bloquistas e comunistas. E nem hesita. Atira para o tecto as suas promessas, os seus compromissos, a sua palavra e a sua honra.
Mais uma vez, os fins justificam os meios! Inqualificável!

Um homem assim não presta!

20 de outubro de 2005

Rigor?


Em que ficamos?
Considera-se elevada uma adesão que afectou 5% das escolas?

Secção de "aviões"

(esta secção tem andado um bocadito esquecida...)


"Sei que se usar um decote grande, todos os homens gostam"
Então usa, rapariga, usa!
As coisas que ela sabe...

19 de outubro de 2005

Orçamento para 2006

CERTOOOOO!
Num Orçamento de contenção da despesa pública, admite-se perfeitamente que TODOS, incluindo o Presidente da República, sejam solidários com os sacrifícios que são pedidos aos Portugueses.
Eu, por exemplo, vou participar no sacrifício com uma taxa de 42% de IRS. E não só eu. Todos os professores no 10º escalão da carreira!

Beriev 200

Estão a ver?
Eu bem alertei aqui.
Será que Freitas lê o "Azurara"?

18 de outubro de 2005

Subtileza de secretário

Estava eu a ler o jornal (Portugal Diário) quando deparei com esta coisa:


Fui logo verificar se a página que estava a ler era antiga. Não era! Era mesmo de hoje. Ora porra! Mas então, que raio de coisa será esta?
Sim, porque já temos no currículo do Ensino Básico, há bué de tempo, a Área Curricular da Formação Cívica. Então, o que é que o senhor estará a anunciar de inovador?
Li de novo... analisei... reflecti... e acho que lá cheguei.
Deve ser assim:

  • Uma DISCIPLINA é muuuuuuuiiiiiiiiito diferente de uma Área Curricular.
  • EDUCAÇÃO (Cívica) é muuuuuuuiiiiiiiiito diferente de Formação (Cívica).
Ah! E tem uma vantagem óbvia:
O Governo pode "definir os conteúdos da nova disciplina de Educação Cívica".
Sim, que é preciso ter cuidado com essa deriva autonomista que por aí anda...

Lei





Eu não vou cumprir a Lei das Finanças Locais!

Eu não estou obrigado a cumprir a Lei!

Eu nem vou alterar a Lei que não quero cumprir!

Eu estou acima da Lei!

17 de outubro de 2005

Túneis e Serviço Público

Serviço Público foi o que fez o nosso amigo (e conterrâneo) Pau-Preto ao indicar um link que permite conhecer toda a história do tal Túnel de Ceuta no Porto.
O link é
http://www.cm-porto.pt/pageGen.asp?SYS_PAGE_ID=455902&ID=1393

Vale a pena ir lá ler. Vale a pena perceber até que ponto as guerrilhas partidárias podem prejudicar a melhoria das condições de vida da população.

Lá, como cá!

Para reflectir...

Pare a música de fundo.
Aumente o volume.
Já está?

Agora clique no link http://www.ekincaglar.com/coin/flash-br.html

Então, hem?

16 de outubro de 2005

Sporting


Não basta mandar às malvas o tal treinador que, como o outro, vê o futebol pelo olho do cu.

Também é preciso substituir os jogadores que entregam a bola ao adversário, os que escorregam, os que ficam nervosos e os que têm medo da bola!

Porra!

Há jogos...

... em que ambos deviam perder!

15 de outubro de 2005

Estado dos direitos


(no JN)
Este é um dos nossos grandes problemas.
Nenhum desempregado é obrigado a procurar e a aceitar trabalho. O Estado prefere pagar o "subsídio" à malta e continuar a receber imigrantes.
É um Estado dos "direitos"!

14 de outubro de 2005

Gripe das Aves

Nãoooooo! Por favor, nãoooooo!
Senhor Primeiro-ministro, faça-nos o que quiser: corte-nos a reforma, aumente-nos os impostos, diminua-nos o vencimento, despeça-nos até, se achar necessário!
Mas não faça nada com a gripe das aves!
Com a habilidade e competência que os senhores têm revelado nas várias matérias que têm tratado, é certo e sabido que vamos todos ficar gripados se os senhores fizerem alguma coisa para o evitar.
Por favor... Não faça nada... A malta aguenta assim...
Please...

13 de outubro de 2005

Não é racismo...

... É apenas uma estória com piada:

Numa escola em Angola, a professora pergunta a um aluno:
- Manel diga aí um verbo.
- Bicicreta.
- Não é bicicreta seu matumbo É bicicleta. E bicicleta não é verbo.

Depois, perguntou ao segundo aluno
- Marcolino diga aí um verbo:
- Prastico.
- Não é prastico seu palerma. É plástico. E plástico não é verbo.

A professora, desesperada, perguntou ao terceiro aluno.
- Virgolino diga aí um verbo:
- Hospedar.
- Muito bem! Agora diga uma frase com o verbo que você escolheu.

- Hospedar da bicicreta são de prastico!

Consenso mole



Caro Dr. Anacleto:
Para combater o "consenso mole" há por aí uns químicos muito bem reputados: Sildenafil e Tadalafil. Ao que parece, também funcionam com aquelas que têm a mania que dominam.
Caso nesta matéria seja tão fundamentalista como nas outras, pode sempre recorrer a produtos naturais, como o velho Chá de Pau de Cabinda.

12 de outubro de 2005

Túneis





Como não sou de lá nem lá resido, não sei.
Alguém é capaz de me explicar qual é o problema do Túnel de Ceuta no Porto?
Sim, eu sei que tem qualquer coisa a ver com a área de protecção ao Museu Soares dos Reis. Mas o que é que isso representa, efectivamente, para os portuenses?

11 de outubro de 2005

Um gesto bonito






Depois das eleições...

Falcon e Futebol

Nada de comparações mesquinhas, seus maldosos.
O Senhor Primeiro-Ministro mais não fez que aproveitar uma boleia, numa viagem que já estava prevista, que até era de manutenção, e que até já tinha cabimentada a inerente despesa. Além de que, "o jogo de futebol não era um jogo qualquer", e o PM esteve presente em representação do Governo.
Por isso, qualquer comparação com uma célebre viagem oficial a Cabo Verde para assinatura de um acordo de cooperação é claramente abusiva, e mais não visa que a desacreditação do Governo.

8 de outubro de 2005

Eleições em Mangualde (II)

Estas pessoas não se foram esconder dentro de um pavilhão.
Estiveram num comício, ao ar livre, à vista de todos, no maior largo da cidade!
E tanto as podemos fotografar a partir deste ângulo...

... como deste ...

... porque são sempre muitas!