23 de setembro de 2009

Asneira!

Ferreira Leite pode ter tido alguns maus momentos. Claro que pode.
Mas:

  • Não foi Ferreira Leite que afrontou os professores.
  • Não foi Ferreira Leite que caluniou os professores.
  • Não foi Ferreira Leite que instaurou processos disciplinares a professores por dizerem piadas sobre Sócrates.
  • Não foi Ferreira Leite que aprovou um Estatuto do Aluno que promove o laxismo.
Todos sabemos quem foi!
Lembrem-se do Charrua e das visitas dos polícias aos sindicatos...

22 de setembro de 2009

E vão nove

José Sócrates já processou nove jornalistas.
Cinco são da TVI, três do PÚBLICO e um do DN.

A amizade com Chávez está a dar frutos

21 de setembro de 2009

Hoje é dia de avião


De resto, um grande e belo aparelho.

Bem me dizia a Pitanga...

... e de uma avioneta...


... que, contrariamente ao que sugeri, acha que não tem falta de peso.

Que nojo

De quando em vez – com crescente frequência, infelizmente – vemos abaladas as nossas mais profundas convicções. Neste caso concreto, a nossa crença na Justiça ficou irremediavelmente comprometida. Crescemos a pensar que a Justiça é justa, independente e imparcial, e, afinal…
Afinal, o Conselho Superior da Magistratura, o órgão de topo da estrutura, o órgão que deveria ser o primeiro garante da independência e da imparcialidade, tem membros… indicados pelos partidos políticos. Porra! Não podia ser pior. Adeus credibilidade da Justiça!
Os resultados estão à vista, como bem se vê nesta questão da avaliação do juiz que mandou prender Paulo Pedroso, o tipo que foi formalmente acusado de 15 crimes, mas que a juíza de instrução decidiu não levar a julgamento. Três conselheiros indicados pelo PS inviabilizaram a avaliação do homem!
Este episódio apenas serve para provar, mais uma vez, diga-se, que o famoso aviso de Jorge Coelho – quem se mete com o PS, leva – era para ser levado a sério. Mas o pior é o resto: é que o CSM, além da avaliação, também faz nomeações, colocações e transferências de juízes. Imaginemos, portanto, o que por aí anda.

19 de setembro de 2009

Coerência



Independentemente dos factos,
Um jornal que não tem pejo em divulgar a "fonte" de um concorrente, não pode refugiar-se nos estatutos que acabou de violar.
Quem é a fonte do DN?

17 de setembro de 2009

À atenção dos colegas professores


Isso!

Votai no Bloco e, como prémio, ganhai um Primeiro-ministro chamado José Sócrates.

(Já agora, que medida(s) tomou qualquer governo do PSD que prejudicasse os professorezecos?)

... os pequenos nadas...

... que levam a que renasça o "animal feroz"!

Ouvir a entrevista a Maria Flor Pedroso (a partir dos 12/13 minutos, o verniz vai-se)

14 de setembro de 2009

"Sócrates é agressivo comigo"


Tem que se ser um tipo muito esquisito, muito estranho, muito com a cabeça cheia de "causas fracturantes", para se ser agressivo com uma pequena assim.

Haverá algum homem que olhe para ela e se lembre de ser agressivo?

Ná!

Ainda se fosse agressivo com o homem dela...

Novos... ma non troppo


Depois de ontem ter esperançado a malta da Educação, logo veio desdizer a substituição de todos os ministros, caso venha a vencer as eleições (cruzes, canhoto!).

O melhor, mesmo, é a malta não facilitar.

12 de setembro de 2009

Radical, de direita!


Há tipos que não se enxergam.

Boaventura Sousa Santos disse hoje, na Antena 1, que o "bloco" não era um partido radical e que o seu programa era o de uma "social-democracia do século XXI".

Bom, assim sendo, eu serei um radicalista da direita ultra-neo-mega-hiper-liberal.

E que vivam as vanguardas esclarecidas!

8 de setembro de 2009

À atenção dos colegas professores



Este senhor entende que os tipos que ganham aquilo que nós todos queremos ganhar são ricos e, como tal, devem pagar mais impostos.
Só assim se percebe a intenção programática de eliminar as despesas com saúde e educação das deduções ao IRS, tal como hoje defendeu convictamente no debate com Sócrates.
Não restam dúvidas de que, com este tipo, seríamos muito mais iguais. Seríamos todos igualmente pobres!
Portanto...

7 de setembro de 2009

Carlos Pimenta fez figura de corno

Foi o último a saber.
Bem feito! Ninguém o mandou andar a pôr-se a jeito.

Do lado dos socialistas, nada de novo. Sempre o mesmo xicoespertismo tão caraterístico da era socrática.

4 de setembro de 2009

Eu é que não fui

Aliás, ao que parece, não foi ninguém.
Quando assim acontece, diz-se na minha terra:

Quem foi, quem viu?
A p... que o pariu!

3 de setembro de 2009

Quem se mete com o PS, leva!

Era muito previsível uma jogada deste género depois de gorado o intento através do negócio da PT.
O que me surpreendeu, sei lá porquê, foi a demonstração da monstruosa hipocrisia socialista.
Por isso, fiquei irritado.
Não pelos factos em si mesmos, mas porque não me devia ter esquecido das palavras de Jorge Coelho:
"Quem se mete com o PS, leva!"

2 de setembro de 2009

Falta de delicadeza?

José Sócrates disse a Judite de Sousa que o principal problema com os professores terá sido alguma "falta de delicadeza" no contacto.

Não foi.

Na verdade, os professores foram duramente "atingidos" - por muito que o termo custe a Sócrates - pela políticas do Partido Socialista. Basta lembrar que cerca de 3/4 viram goradas as expectativas de atingirem os escalões superiores da carreira e, assim, de virem a auferir um vencimento na casa dos 3.ooo euros.

Ora, isto não tem nada a ver com mais ou menos delicadeza. Tem a ver, exclusivamente, com opções de corte na despesa pública.

Sócrates, mais uma vez, não disse a verdade e os professores sabem-no bem.

E será que disse a verdade quando afirmou que os seus melhores amigos eram juízes?